segunda-feira, 16 de julho de 2012

De uma Nova Identidade - sobre a Nerdfighteria Brasileira


Quem nunca ouviu falar que a Internet encurta distâncias?

Eu pelo menos considero essa frase clichê. E, de fato, pouco realista. É claro que hoje em dia é muito mais fácil manter contato com alguém que mora do outro lado do mundo, e conhecer sua cultura, do que era alguns anos atrás. Mas para isso é preciso um pouco mais que um computador e acesso à rede.

É preciso pelo menos conhecer a língua do outro (ou ter algum idioma secundário em comum ), dar um jeito de contornar as diferenças de fuso horário, ter alguma garantia de que a pessoa com quem você fala não é um sequestrador-assassino-pscicopata e ter assunto para conversar...

Eu consegui algumas dessas coisas com a Nerdfighteria (não sabe do que eu estou falando? clique aqui), que funciona para mim como um ambiente relativamente seguro e  em que assunto é coisa fácil de encontrar. Afinal, coloque alguns nerds juntos e solte 3 ou 4 palavras aleatórias e um vídeo e eles saberão o que fazer. Como eu consigo me comunicar bem em inglês, combo completo, comecei a me sentir uma Nerdfighter em ação. Só que não foi bem assim.

É claro que participar de uma comunidade virtual é maravilhoso, e tudo mais, mas - podem me chamar de piegas - a proximidade, a sensação de pertença de ter um comparativo no mundo real (IRL) é bem importante também. Especialmente quando se vê o movimento grupal que a Nerdfighteria consegue criar em países com grande número de membros, como Inglaterra, EUA, Holanda.

Assim, lá estava eu, no auge da empolgação e vontade de participar... Resolvi fazer um perfil no Quartel General dos Nerdfighters no Ning. Perfil feito, entrei inocentemente na sala de bate-papo, encantada com o mundo de opções de interatividade que encontrei por ali. Foi quando mencionei casualmente minha nacionalidade, e fui informada pelo Caio ( que também estava na sala de bate-papo e que mais tarde eu descobri ser o Stalker oficial da comunidade brasileira) da existencia de um grupo brasileiro no facebook. Foi assim que eu conheci o Nerdfighters Brasil.

Bom, essa comunidade de Nerds brasileiros, com suas próprias piadas internas, sua maneira de interagir e sua grande criatividade para projetos de grandes proporções conquistou meu coração. =) Nela eu encontrei oportunidades de realmente colocar a mão na massa, participar de verdade, e me sentir uma verdadeira Nerdfighter. E bem brasileira.

Um dos projetos mais recentes foi o nosso Festival Nacional de Gatherings, um fim de semana em que os grupos de vários estados se reuniram para celebrar uns aos outros, o amor pela leitura, pelo conhecimento, e a vontade de tornar o mundo um lugar melhor. (E colocar coisas na cabeça no meio de um Iguatemi, assustar um Outback inteiro,jogar Catan num Centro Cultural, rolar no chão de uma livraria Cultura ...)


Mas o melhor de tudo foi descobrir essa nova identidade, e ter a Nerdfighteria como parte de quem eu sou. E o legal é que outras pessoas também perceberam o potencial que nós temos. Uma delas é representante da Intrínseca, a editora que comprou os direitos de publicação dos livros do John Green... Alguém consegue ver onde isso vai dar?


Para saber mais sobre o livro, o John, a Nerdfighteria, conhecer as Promoções e concorrer a Kits de A Culpa é das Estrelas, basta ficar ligado nas novidades na hashtag #CulpaDoJohnGreen no twitter e nos Blogs Nerdfightásticos:


Literalmente Falando
Nem um pouco épico
Amount of words
Conversa Cult

The Review Kingdom
San Diegirls
Motim.org
Agora Moro na Lua

E, claro, aqui no Coisas de se ler!

^ Best Wishes ^


4 comentários:

  1. Posso dizer que a minha vida girou 180° nas últimas 24 horas, desde que eu entrei pro Nerdfighters oficialmente. Sério, me sinto bem, estou feliz, ri demais das coisas todas E estou fazendo parte de uma das coisas mais legais que eu tive notícia nos últimos tempos.

    E o melhor: tudo #CulpaDoJohnGreen <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liz, é ótimo saber que a Nerdfighteria te fez bem, assim como a mim.
      É muito bom lutar pra aumentar os níveis de Awesome no mundo, né não??

      Adorei de conhecer nessa semana,por #CulpaDoJohnGreen!! Espero que possamos participar de muitos projetos Nerdfantásticos por aí!

      DFTBA!

      Excluir
  2. Eu nunca na minha vida me senti tão correspondida quando entre para o grupo dos Nerdfighters... muito feliz :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem Vinda ao nosso mundinho de Awesome People!

      Excluir